Flux-MED

FluxNMO-DBr:

A necessidade de um sistema similar direcionado para armazenamento e gerenciamento de dados médicos de diversas áreas ainda não foi aciada. Neuromielite Óptica (NMO) é uma doença crônica rara, inflamatória e desmielinizante do sistema nervoso central. Características clínicas, radiológicas e imunológicas distinguem NMO de outros casos severos de Esclerose Múltipla (EM) e os dados gerados a partir das consultas com pacientes estão aumentando todos os dias. A maior parte dessa informação ainda é armazenada apenas em prontuários médicos sem nenhum tipo de suporte informatizado. Nesse trabalho, propomos o desenvolvimento de um workflow para a análise de dados de pacientes de NMO a ser utilizado no LIMS Flux. Esse sistema permite armazenamento e recuperação de dados de maneira eficiente, auxiliando a análise realizada pelos médicos. Além disso, nossa ferramenta permitirá a mineração de dados relativos à doença, tornando possível identificar padrões e ajudar a aumentar a precisão do diagnóstico. Esse tipo de análise é importante especialmente para doenças raras como NMO. Com isso, pretendemos contribuir com o gerenciamento de informação em clínicas especializadas em NMO, oferecendo um sistema para análise de dados que poderá ajudar na distinção entre NMO e EM.

Flux-MED-Meningite:

O FluxMed-Meningite busca a remodelagem do banco de dado laboratorial e epidemiológico de pacientes pediatricos com meningite do Hospital João Paulo II em Belo Horizonte. As consultas realizadas no hospital são armazenadas como prontuários que na grande maioria dos casos, são preenchidos à mão e ficam armazenados somente no hospital ou clínica onde o paciente se consultou. Caso essas informações fossem disponíveis para mais pessoas, não só o histórico de cada paciente estaria mais atualizado e organizado, como mais informações poderiam ser utilizadas em pesquisas de padrões.
Pensando nisso, a Fundação Fiocruz começou a desenvolver o projeto GEGEM que alimenta um banco de dados com informações obtidas através de dados de prontuários de pacientes com meningite. Atualmente esses dados estão disponíveis apenas para consultas pré-definidas, sem uma análise mais complexa e abrangente.
O objetivo desse trabalho é, com o auxílio de ferramentas adequadas de informática, extrair interpretações dos dados disponíveis no banco de dados mencionado acima.

Publicações
(Artigos)

LANA-PEIXOTO, MARCO A. ; TALIM, LÍVIA EDWIGES ; FARIA-CAMPOS, ALESSANDRA C. ; CAMPOS, SÉRGIO V.A. ; ROCHA, CRISTIANE F. ; HANKE, LUCAS A. ; TALIM, NATÁLIA ; BATISTA, PAULO HENRIQUE ; ARAUJO, CAROLINA R. ; KLEINPAUL, RODRIGO . NMO-DBr: the Brazilian Neuromyelitis Optica Database System. Arquivos de Neuro-Psiquiatria (Impresso), v. 69, p. 687-692, 2011.

(Resumos)

CAMPOS-FARIA, A.C. ; HANKE, L. A. F. ; FERNANDES-RAUSCH, H. ; CYSNE, M.B. ; TALIM, L.E.C. ; ROCHA, C. F. ; LANA-PEIXOTO, M. A. ; OLIVEIRA, G.C. ; COIMBRA, R.S. ; MELO, A. ; CAMPOS, S. V. A. . Construction of a Workflow for Management and Storage of Medical Records from Neuromyelitis Optica Patients. In: 6th International Conference of the Brazilian Association for Bioinformatics and Computational Biology – X-meeting, 2010, Ouro Preto. Abstracts Book, 2010.